JANOT PEDE PRISÃO DE JOESLEY, RICARDO SAUD E DO EX-PROCURADOR MARCELLO MILLER

Foto por: Redação BNews

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, formalizou pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para prender o empresário e dono do grupo J&F, Joesley Batista, o diretor do J&F, Ricardo Saud, e o ex-procurador Marcello Miller. A informação é do Estadão.

O pedido, que será apreciado pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, é resultado de um procedimento que Janot instaurou na última segunda-feira para revisão da delação dos empresários por considerar a suspeita de interferência de Miller nas tratativas de colaboração de Joesley e Saud.

Janot também pedirá a revogação do benefício de imunidade penal concedido aos delatores.

Uma gravação entregue pela própria defesa da JBS à PGR mostra os dois articulando os termos de delação, com menção a Miller – quando este ainda fazia parte do Ministério Público. Meses depois ele foi exonerado.

A Miller atribui-se o crime de obstrução de justiça e exploração de prestígio.