IDENTIFICADA NOVA VARIANTE DA COVID-19 EM SALVADOR, VITÓRIA DA CONQUISTA E OUTRAS 15 CIDADES DA BAHIA
  • 614
  • 0
  • 03/02/2024 
  • redacao

 

 

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen) identificou duas sublinhagens da variante Ômicron, que causa a Covid-19, em circulação em Salvador e outras 16 cidades da Bahia, de acordo com informações divulgadas pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), nesta sexta-feira (2).

As amostras das cepas JN.1 e JN.1.1 foram coletadas entre 24 de dezembro de 2023 e 11 de janeiro de 2024.

A JN é considerada pela Organização Mundial da Saúde como uma “variante de interesse”, isto é, se em comparação com a variante original, seu genoma possuir mutações que mudem o fenótipo do vírus. É também uma variante de interesse se a variante tiver sido identificada como causadora de transmissão comunitária, de múltiplos casos ou de clusters (agrupamentos de casos) de Covid-19 ou tiver sido detectada em vários países, ou ainda, se a variante for de outra forma avaliada como de interesse pela OMS em consulta com o Grupo de Trabalho de Evolução do Vírus SARS-CoV-2.

Os materiais que continham as subvariantes foram identificados nos seguintes municípios: Adustina, Alagoinha, Amélia Rodrigues, Barrocas, Camaçari, Catu, Conceição da Feira, Conceição do Coité, Feira de Santana, Paripiranga, Piatã, Pintadas, Pojuca, Salvador, Santa Bárbara, Santo Antônio de Jesus e Vitória da Conquista.

A Sesab recomenda que os municípios em que as cepas foram identificadas intensifiquem a vacinação contra a Covid-19. Roberta Santana, secretária da Saúde do Estado, fez uma alerta para que a população mantenha o esquema vacinal atualizado por causa das grandes aglomerações nas festas de verão.