STARTUP BAIANA DESENVOLVE FILTRO DE AR CONDICIONADO QUE PURIFICA AMBIENTES FECHADOS CONTRA COVID-19 E OUTROS TIPOS DE VIRUS
  • 555
  • 0
  • 12/06/2021 
  • redacao

Loyola Neto, idealizador do filtro e fundador da startup Salvar — Foto: Arquivo Pessoal

De acordo com criadores, o acessório pode ser instalado em praticamente todos os aparelhos, com eficácia comprovada de até 80% na redução de fungos e bactérias e até 99% em vírus.

Um filtro de ar condicionado que pode ser instalado em diversos aparelhos e é capaz de reter vírus – inclusive o que transmite Covid-19 – bactérias e fungos em ambientes fechados. Essa é a promessa da startup baiana ‘Salvar’, responsável pela novidade. O G1 conversou com Loyola Neto, idealizador do projeto.

O equipamento funciona como uma barreira que filtra o fluxo de ar que entra no aparelho, retendo nanopartículas de agentes infecciosos, virais e bacterianos. Desse modo, é controlada a disseminação de partículas contaminadas através do sistema de climatização.

Filtro pode ser instalado em diferentes modelos de aparelhos — Foto: Arquivo pessoal

Loyola Neto é dono de uma empresa de camisas personalizadas e sentiu o impacto da crise econômica causada pela pandemia. Com o coronavírus, os contratos foram todos suspensos e por pouco a empresa, que tem 25 anos no mercado, não fechou as portas.

Em seguida Loyola, buscou desenvolver um protótipo para a ideia, que foi submetida a uma equipe técnica do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) – Cimatec.

Produzido com matéria-prima composta por barreiras físico-químicas, o filtro desenvolvido pela Salvar apresenta potencial de inativação de 99,99% da carga viral, e retém até 80% dos fungos e bactérias presentes no ambiente, segundo Loyola.

tartup baiana desenvolve filtros para ar condicionados — Foto: Arquivo Pessoal

Ainda de acordo com ele, os filtros podem ser confeccionados em modelagem ajustável, de modo que atenda a diversos tipos de climatizadores, domésticos ou industriais. Em casa, o empresário já instalou filtro no ar condicionado do quarto do filho, por exemplo.

Alguns ônibus que integram o sistema de transporte coletivo de Salvador também contam com o equipamento, além de 25 empresas e instituiçõs da capital baiana.

“Eu acredito muito no potencial desse projeto. O que me deixa muito feliz é que somos uma startup baiana que desenvolveu uma solução mundial”, finaliza.

Para driblar a falta de trabalho, Loyola buscou alternativas. Primeiro, começou a produzir máscaras. Apesar da grande demanda, ele conta que muitos clientes diziam não ter condições de adquirir tantos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).

Ambientes fechados

Estudos comprovam que ambientes fechados ou mal ventilados favorecem a contaminação pelo Sars-Cov-2, pois as partículas com vírus podem permanecer em suspensão até que alguém as inale.,

“Uma coisa que as pessoas normalmente não sabem é que o ar condicionado não pega o ar de fora e joga para dentro do ambiente. O ar só circula internamente. Então, os ambientes fechados são nocivos neste período de pandemia e esse filtro pode, sim, ser útil”, reforça Loyola.

O risco de contaminação por aerossóis aumenta proporcionalmente ao tempo de contato com a pessoa infectada, além de fatores como ausência ou mal uso da máscara e intensidade da fala (ou seja, ao gritar, cantar ou falar mais energicamente). (Por G1 BA)