RODOVIA QUE LIGA MARAÚ A BRASÍLIA ENTRA NO NOVO PAC, CONFIRMA RUI COSTA
  • 1.724
  • 0
  • 17/08/2023 
  • redacao

Rui fala sobre obras na Bahia que integram Novo PAC || Foto EBC

O ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, confirmou que a BR-030, que liga Brasília a Maraú, no litoral baiano, integra as ações do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). As obras de requalificação da estrada já foram licitadas, segundo ele. “Devo acompanhar o ministro Renan [Filho, dos Transportes] no ato de assinatura da ordem de serviço nos próximos dias”, declarou o petista, nesta quarta-feira (16), em entrevista ao programa Bom Dia, Ministro, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

A BR-030 é a única via de acesso terrestre à Península de Maraú, paraíso no baixo-sul baiano. O trecho da estrada entre Ubaitaba e Barra Grande nunca foi pavimentado. O asfaltamento da rodovia é reivindicado há décadas pela população regional.

Ele também falou de outras obras de infraestrutura de transporte que terão impactos na Bahia, a exemplo das intervenções na BR-116. A rodovia terá sua concessão renegociada, segundo o ministro. “Vamos renegociar o contrato a partir da autorização do TCU [Tribunal de Contas da União] para que se volte a investir na 116”, disse Rui Costa.

Além disso, como já informado pelo PIMENTA, os trechos da BR-101 de Eunápolis a Mucuri e de Feira de Santana à divisa com Sergipe serão duplicados.

ESTALEIRO

Sobre o estaleiro de Maragogipe, o ministro ressaltou o retorno das operações. “Temos R$300 bilhões de investimentos da Petrobras no Novo PAC e, dentre estes investimentos, está a construção de navios para apoio à produção de petróleo, e também para o desmonte de plataformas antigas da empresa, garantindo destinação ambientalmente sustentável a essas plataformas”, afirmou. Os estaleiros do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro também devem voltar à operação.

Rui Costa explicou, ainda, que obras como a Ponte Salvador-Itaparica, iniciativa sob o guarda-chuva do Estado, podem compor o Programa. “O PAC é dinâmico, não é estático. Uma vez definido o escopo de obras, novos projetos poderão e serão incorporados”.

Caso as empresas vencedoras da licitação solicitem financiamento via BNDES ou BNB, a obra da ponte deve ser confirmada no Programa, bem como a do novo aeroporto internacional de Porto Seguro, assegurou o ministro. A finalização da Universidade do Recôncavo também compõe a carteira de projetos da Bahia no Novo PAC. Atualizado às 18h48min.