POLÍCIA PRENDE PROCURADOR QUE AGREDIU A CHEFE NO INTERIOR DE S. PAULO
  • 232
  • 0
  • 23/06/2022 
  • redacao

Demétrius Oliveira de Macedo, de 34 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (23),

O procurador Demétrius Oliveira de Macedo, de 34 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (23), em São Paulo. A Justiça havia determinado a detenção dele na quarta (22), por ter espancado a chefe Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39, durante expediente na prefeitura. Ele foi suspenso após o episódio. Mais cedo, o governador Rodrigo Garcia afirmou que o caso “não ficará impune”. “Que a Justiça faça a sua parte e puna todo e qualquer covarde que agrida uma mulher”, escreveu em seu perfil no Twitter.

Como mostrou o Estadão, partiu do Ouvidor das Polícias de São Paulo, Elizeu Soares Lopes, a requisição para prender o promotor municipal. Ele disse que a medida é necessária para “salvaguardar o direito da vítima”. O Ministério Público de São Paulo também entrou no caso e designou dois promotores de Justiça que trabalham em Registro para acompanhar os desdobramentos.

As agressões ocorreram na segunda-feira, 20, e foram registradas em vídeo. A vítima é a procuradora-geral da cidade, Gabriela Samadello Monteiro de Barros, a quem Demétrius é subordinado. Ela é derrubada e chamada de “vagabunda” e “puta”. Outras duas servidoras tentam conter Macedo. Uma delas é empurrada com violência contra uma porta fechada. A outra arrasta Gabriela para tentar afastá-la do agressor. O procurador só foi contido após a intervenção de outros funcionários que ouviram os gritos de socorro.