CLODOMIR XAVIER SE ESTIVESSE VIVO COMPLETARIA 114 ANOS NESTE 16 DE MAIO
  • 1.095
  • 0
  • 16/05/2024 
  • redacao

Closinho em momentos de ternura com os bisnetos (Foto: Arq-Jornal T da Região.

                                              Clodomir Xavier continua vivo na memória dos amigos

Nesta quinta-feira dia  16 de Maio,  é  o aniversário de nascimento do professor Clodomir Xavier de Oliveira (Closinho). Se estivesse vivo, completaria 114 anos. Filho do Médico Francisco Xavier, o principal fundador desta cidade. Clodomir era escritor, produtor rural,  e sindicalista.

Clodomir se caracterizou por grandes iniciativas. Foi fundador do Centro Educacional Ubaitabense (CEU), onde lecionou por muito tempo,  ajudou na fundação do CNPC-Conselho Nacional dos Produtores de Cacau, lutou pela formação da Cooperativa dos Agricultores de Cacau, demonstrando dessa forma  um ferrenho defensor do cooperativismo.

Professor Closinho durante solenidade de formatura no Colégio CEU (Foto: Arq-J. Tribuna da Região.

“Closinho” como era carinhosamente apelidado, o professor também foi político, embora isso não lhe trouxesse grandes motivações. Exerceu mandatos de vereador e prefeito em Ubaitaba. O que mais lhe alegrava, porém, era a literatura, deixando obras importantes como os livros: Pulú (um romance), Estórias de Ubaitaba   (contos) e outros. Clodomir   Xavier também era artista plástico e artesão . Foi colaborador do Jornal Tribuna da Região, escrevendo inúmeros artigos, contos e depoimentos.

O município de Ubaitaba muito deve ao professor Clodomir Xavier que também emprestou seu nome para a única biblioteca publica que existia na cidade. É necessário uma campanha para reativar a Biblioteca Clodomir Xavier de Oliveira e instalar no seu acervo uma secção especial com a obra deste mestre que Ubaitaba nunca esquece, pois ele continua vivo. (jornaltribunadaregiao.com.br)