CLODOMIR XAVIER SE ESTIVESSE VIVO COMPLETARIA 112 ANOS NESTE 16 DE MAIO
  • 347
  • 0
  • 14/05/2022 
  • redacao

Closinho e esse jornalista  Humberto Hugo em momentos de descontração no Club Soccial de Ubaitaba (Foto: Arquivos: Jornal Tribuna da Região.

Clodomir Xavier continua vivo na memória dos amigos

Neste domingo dia  16 de Maio,  a  comunidade de Ubaitaba comemora o aniversário de nascimento do professor Clodomir Xavier de Oliveira. Se estivesse vivo, completaria 112 anos. Filho do Médico Francisco Xavier, o principal fundador desta cidade. Clodomir era escritor, produtor rural,  e sindicalista. Clodomir se caracterizou por grandes iniciativas. Foi fundador do Centro Educacional Ubaitabense (CEU), onde lecionou por muito tempo,  ajudou na fundação do CNPC-Conselho Nacional dos Produtores de Cacau, lutou pela formação da Cooperativa dos Agricultores de Cacau, demonstrando dessa forma  um ferrenho defensor do cooperativismo.

“Closinho” como era carinhosamente apelidado, o professor também foi político, embora isso não lhe trouxesse grandes motivações. Exerceu mandatos de vereador e prefeito em Ubaitaba. O que mais lhe alegrava, porém, era a literatura, deixando obras importantes como os livros: Pulú (um romance), Estórias de Ubaitaba   (contos) e outros. Clodomir   Xavier também era artista plástico e artesão . Foi colaborador do Jornal Tribuna da Região, escrevendo inúmeros artigos, contos e depoimentos.

O município de Ubaitaba muito deve ao professor Clodomir Xavier que também emprestou seu nome para a única biblioteca publica que existia na cidade. É necessário uma campanha para reativar a Biblioteca Clodomir Xavier de Oliveira e instalar no seu acervo uma secção especial com a obra deste mestre que Ubaitaba nunca esquece, pois ele continua vivo. (jornaltribunadaregiao.com.br)