OPERAÇÃO PRENDE 22 SUSPEITOS DE TRÁFICO DE ARMAS NA BAHIA, PERNAMBUCO E ALAGOAS
  • 736
  • 0
  • 21/05/2024 
  • redacao

 

Presos são PMs, empresários e caçadores e colecionadores de armas

Nesta terça-feira (21), a Operação Fogo Amigo, da Polícia Federal, cumpre 22 mandados de prisão e outros 33 de busca e apreensão nos estados da Bahia, Pernambuco e Alagoas contra policiais militares, caçadores e colecionadores de armas, empresários e lojas de comercialização de armas de fogo, munições e acessórios. Os presos são apontados como membros de quadrilha especializada em traficar armamentos para facções criminosas dos três estados.

Foi determinado, ainda, o sequestro de bens e bloqueio de valores de até R$ 10 milhões dos investigados, além da suspensão da atividade econômica de três lojas que comercializavam material bélico de forma irregular.

O Exército integra a força-tarefa responsável pela Fogo Amigo. Durante o cumprimento dos mandados, a corporação fiscalizou lojas de armas nos municípios de Juazeiro, norte baiano, e Petrolina (PE).  Além do Exército, a Operação teve o apoio do Ministério Público da Bahia, das polícias militares da Bahia e de Pernambuco e da Polícia Civil baiana.

Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa, comercialização ilegal de armas e munições, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, cujas penas somadas podem chegar a 35 anos de reclusão. A Polícia Federal continuará a apuração, na tentativa de elucidar a real amplitude dos crimes, bem como identificar outros integrantes.