RENOVAÇÃO NA ASSEMBLÉIA É MENOR DO QUE EM 2010
  • 595
  • 0
  • 06/10/2014 
  • redacao
 A Assembleia Legislativa da Bahia não teve uma renovação significativa

A Assembleia Legislativa da Bahia não teve uma renovação significativa

Como previsto, a Assembleia Legislativa da Bahia não teve uma renovação significativa. Apenas 33% dos parlamentares que começarão a atuar a partir de janeiro são novos. Em 2010, esse percentual foi maior, 49%.

A mudança no legislativa baiano também foi inferior a 2012 quando em Salvador 56% dos vereadores eleitos eram novos. O cenário que se desenhou com a finalização da contaegm dos votos não surpreendeu. Há pouco mais de uma semana, o Bocão News já havia ‘cantado essa pedra’.

De acordo com o cientista político, Jorge Almeida, em 2012 havia um desgaste do prefeito João Henrique e consequentemente da maioria da Câmara, que o apoiava. “Como a maioria da Câmara estava a reboque do prefeito João Henrique, e ele estava desgastado, foi natural a grande renovação”, assinalou Almeida. O que não aconteceu com o governo do Estado, que fez o sucessor.

Havia a expectativa, inclusive, de que houvesse um aumento do número de deputados ligados a oposição. Dos 21 novos deputados, 12 são da oposição e nove governistas.

Veja abaixo o nome dos novos deputados

Eduardo Salles (PP)
Antonio Henrique Jr. (PP)
Robério Oliveira (PSD)
Robinho (PP)
Vitor Bonfim (PDT)
Gika (PT)
Zó (PCdoB)
Bobô (PCdoB)
Soldado Prisco (PSDB)
Fábio Souto (DEM)
Pablo Barrozo (DEM)
Alan Castro (PTN)
Hildécio Meireles (PMDB)
Alex Lima (PTN)
Luciano Ribeiro (DEM)
Alex da Piatã (PDMB)
Dr. David Rios (Pros)
Manasses (PSB)
Marcell Moraes (PV)
Jânio Natal (PRP)
Fabíola Mansur (PSB)