EUNÁPOLIS É CAMPEÃO DO INTERMUNICIPAL 2017
  • 99
  • 0
  • 10/12/2017 
  • Redação

 

Campeonato Intermunicipal conheceu neste domingo (10) mais um campeão inédito. Desta vez, o grito de “é campeão!” foi da Seleção de Eunápolis.
Fora de casa, os eunapolitanos ficaram no empate de 2 a 2 com a Seleção de Euclides da Cunha. Mas, no jogo de ida, Eunápolis não desperdiçou a chance de construir a história do título e goleou por 5 a 0.
Após a partida, a diretoria da Federação Bahiana de Futebol realizou a cerimônia de premiação aos campeões e vice-campeões de 2017.
O troféu de campeão do Intermunicipal 2017 levou o nome do maior cantor de Reggae do Brasil, o baiano Edson Gomes.
Nascido em Cachoeira (1955), Edson Gomes, como é popularmente conhecido, antes de se destacar como um músico conceituado tinha o desejo que normalmente é despertado na maioria dos jovens garotos: ser jogador de futebol. No entanto em 1972, após participar de festivais musicais em sua cidade e municípios de outras regiões, definiu por seguir a carreira artística, bem como o estilo roots reggae engajado, com influencias de Bob Marley e Jimmy Cliff. Sempre se destacando como o melhor colocado nos festivais que participava, chegou a receber o Troféu Caymmi, e desde então surgiu o interesse de gravadoras e o lançamento de álbuns. O sucesso foi crescendo não só na região nordeste, como por todo o País. E com isso Edson passou a ser o maior nome do gênero musical do País.
Já o troféu de vice-campeão levou o nome de Alberto Pereira de Souza. Bertinho, como é conhecido, é uma importante personalidade do Município de Maragojipe/Ba. Nasceu em 1930, num dos bairros mais conhecidos da cidade. Pai de 12 filhos, viúvo, em 1977 formou-se em Magistério e Técnico de Contabilidade. Atuou em diversas áreas da sociedade daquele Município, a exemplo de: Segurança (iniciou como carcereiro, passando a Agente de Polícia e chegando a ser Delegado de Polícia); Social (foi Tesoureiro e Presidente de clubes sociais do Município); Desporto (atuou como Jogador, Árbitro, Diretor de Esportes, Técnico da Seleção e Presidente da Liga) e Cultural (atuou como Escritor e Poeta, e publicou seu 1º livro em 2015 “Maragojipe cantada em verso e prosa”).