MINISTRO DO TRABALHO É AFASTADO EM OPERAÇÃO DA PF POR SUSPEITA EM FRAUDE; DEPUTADO TAMBÉM É ALVO
  • 114
  • 0
  • 05/07/2018 
  • redacao

 

O Supremo Tribunal Federal (STF), por meio do ministro Edson Fachin, suspendeu de suas funções o ministro do Trabalho, Helton Yomura. Ele é um dos alvos da 3ª fase da Operação Registro Espúrio, da Polícia Federal, que tem como  objetivo aprofundar as investigações a respeito de organização criminosa que atua na concessão fraudulenta de registros sindicais no Ministério do Trabalho.

 Foram preenchidos com indivíduos comprometidos com os interesses do grupo criminoso, permitindo a manutenção das ações ilícitas praticadas na pasta”, diz a polícia. O deputado federal Nelson Marquezelli, vice-líder do PTB, também é investigado.

Yomura é apadrinhado político do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) e de sua filha, a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ). Pai e filha foram alvos das primeiras fases da Registro Espúrio. A reportagem aguarda um posicionamento do ministério e do ministro afastado. Procurado, o Palácio do Planalto disse que não irá comentar a operação e o afastamento do ministro.

A PGR (Procuradoria Geral da República), que também participa da operação, disse que os “investigados utilizam rotineiramente os cargos para viabilizar a atuação da organização criminosa e para solicitar tratamento privilegiado a a processos de registros sindicais”

(Fonte: UOL-S. Paulo)