ITACARÉ INICIA 2ª ETAPA DA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA O SARAMPO
  • 227
  • 0
  • 18/11/2019 
  • redacao

 

Nessa etapa estão sendo vacinados jovens e adultos

A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou nesta segunda-feira a segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo, que vai até o dia 30 de novembro. Nessa etapa estão sendo vacinados jovens e adultos na faixa etária de 20 a 29 anos que ainda não foram imunizados contra o sarampo. A orientação é que procurem a unidade de saúde mais próximo de sua residência.

Já no doa 30 de novembro vai acontecer o dia de mobilização nacional, o chamado de Dia D de vacinação contra o sarampo. Para isso a Prefeitura de Itacaré estará realizando a vacinação em todas as unidades de saúde do município e também postos volantes em diferentes pontos da cidade e também na zona rural. O objetivo é atender aqueles que não se vacinaram nos dias úteis ou que esqueceram de procurar os postos para a imunização. Paralelo a esse trabalho, a Secretaria Municipal de Saúde também continua com a vacinação volante da zona rural imunizando desde crianças de 6 meses até os adultos de 49 anos.

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, a campanha é de forma seletiva, ou seja, haverá avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente. Nessa faixa etária, homens e mulheres devem ter comprovadamente 2 doses da vacina tríplice viral (SCR ou MMR). Aqueles que não possuem carteira de vacinação, receberão a primeira dose da vacina e deverão comparecer 30 dias depois para receber a segunda dose. Importante ressaltar que o indivíduo só fica devidamente imunizado, após a segunda dose da vacina.

O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espira ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina. Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade. (Ascom-Assessoria de Comunicação/Prefeitura de Itacaré)