UBATÃ: PACIENTES COM COVID-19 EM ESTADO GRAVE PRECISAM SER TRANSFERIDOS. DESTACA DIRETOR CLÍNICO DO HOSPITAL
  • 337
  • 0
  • 06/07/2020 
  • redacao

Diretor Clínico do Hospital – Médico Hugo Henrique Ribeiro (Foto: Ubatã Notícias)

O Diretor Clínico do Hospital César Monteiro Pirajá (HMU), o médico Hugo Henrique Ribeiro de Almeida, destacou, em entrevista ao Ubatã Notícias, que os casos graves de Covid-19 devem ser encaminhados o mais rápido possível para Hospitais de Referência. “O Hospital de Ubatã possui 02 respiradores e monitores cardiorrespiratórios, mas ainda assim é hospital de baixa complexidade”, enfatizou. Ainda de acordo com o médico, a manutenção de um paciente grave, principalmente no contexto da Covid 19, exige exames laboratoriais com resultados a cada duas horas, tomografias de tórax seriadas, equipamentos sofisticados, além de uma equipe especializada em cuidados de UTI. “Aqui, a gente faz o atendimento inicial e estabiliza o paciente, porém, a orientação da Secretaria Estadual de Saúde (SESAB) é que os pacientes com quadro grave sejam transferidos imediatamente para os Hospitais de referência, que contam com equipe multidisciplinar”. Ainda destacou que: “Os dois respiradores que temos são grandes aliados na estabilização dos pacientes, porém para se salvar uma vida precisamos muito mais do que isso, e essa infraestrutura, no momento, só existe nos hospitais de referência”, destacou o diretor, que ainda emendou: “O município de Ubatã está muito à frente de outros municípios da região, mas ainda somos um hospital de interior, com nossas limitações. Vamos fazer o possível para salvar a vida das pessoas. Nosso objetivo é garantir o bem estar do paciente dentro de nossa realidade e transferi-lo o mais rápido possível para hospitais de referência como em Ilhéus, Feira de Santana, Lauro de Freitas, Salvador, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista.”, encerrou. (Ubatã Notícias)