POLÍCIA DO RIO INVESTIGA LIGAÇÃO ENTRE JOGADOR FLAMENGO E MILÍCIA
  • 824
  • 0
  • 13/08/2014 
  • redacao
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Rio vai ouvir nesta quarta-feira (13) o jogador do Flamengo Luiz Antônio e o pai dele, Luiz Carlos Soares, suspeitos de manter relações com um dos grupos mais perigosos de milicianos que atuam na cidade, a Liga da Justiça. O jogador alegou ser inocente, segundo o advogado do Flamengo, Michel Assef Filho, que vai acompanhar Luiz Antônio. “O jogador me esclareceu todo o ocorrido e afirmou ser inocente das acusações feitas”, afirmou. Investigações da polícia apontam que o ele teria presenteado o ex-policial Marcos José de Lima, um dos líderes milicianos, com um Ford Edge, avaliado em R$ 130 mil. Dias depois, o pai do jogador registrou o suposto roubo do mesmo carro. O policial que fez o registro foi preso na semana passada, acusado de integrar a milícia. A polícia acredita que o jogador tentou aplicar o golpe do seguro. Luiz Antônio foi liberado do treino de ontem do Flamengo para resolver problemas pessoais, de acordo com a assessoria do clube. O Flamengo mantém silêncio sobre o caso. BN