TIRO QUE MATOU BEBÊ EM AMARGOSA FOI DA ARMA DE POLICIAL, DIZ LAUDO
  • 1.032
  • 0
  • 21/08/2014 
  • redacao
Parentes mostram a foto da criancinha morta

Parentes mostram a foto da criancinha que foi morta pelo polcial

O policial civil suspeito de matar uma criança em Amargosa, o que motivou revolta da população na cidade baiana, foi indiciado por homicídio qualificado, segundo informa nesta quarta-feira (20) a corporação. O inquérito foi encaminhado à Justiça pela corregedora chefe, delegada Heloísa Brito. O crime aconteceu no dia 16 de julho. Laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT) constatou que o tiro saiu da arma de Carlos Raimundo de Jesus Cardoso, durante perseguição policial no bairro Catiara. O inquérito de 116 páginas aponta que os depoimentos vão de encontro à tese de legítima defesa apresentada pelo policial. Cópia do inquérito foi encaminhada para análise do Gabinete do Delegado Geral (GDG), que vai decidir sobre a instauração de processo administrativo disciplinar. A delegada sugere suspensão preventiva da função policial do suspeito, que foi transferido para a 3ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Santo Amaro). A prisão vai ser definida pela Justiça. O suspeito é também vereador em Cachoeira, cidade no recôncavo baiano. (G1)