COPA DE SELEÇÕES DE JUDÔ REÚNE 8 PAÍSES EM LAURO DE FREITAS
  • 1.449
  • 0
  • 14/06/2017 
  • redacao
Seleções voltam a se enfrentar na 3ª edição da Copa, no CPJ

Seleções voltam a se enfrentar na 3ª edição da Copa, no CPJ

Oito países vão disputar a terceira edição da Copa Internacional de Seleções, nesta quinta-feira, 15, às 8h, no Centro Pan-Americano de Judô (CPJ), em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

O sorteio das chaves será nesta quarta-feira, 14, às 14h30, no próprio CPJ. Brasil, Rússia, França, Holanda, Itália, Grã-Bretanha, Alemanha e Portugal têm atletas confirmados na competição por equipes masculinas sub-21.

A série de lutas começa na quinta e, na sequência, vem a disputa pelo bronze, às 15h, e a final às 17h. A decisão do título  terá transmissão ao vivo pelo canal Sportv.

Judõ de alto nível

A expectativa da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), é que o Superdesafio promova uma competição de alto nível técnico entre algumas das maiores potências mundiais na atualidade.

“Fizemos a primeira edição da Copa em 2016 e os países que vieram já tinham demonstrado interesse em voltar, dado o alto nível técnico da disputa. Esta edição não vai ser diferente. A competição estará muito forte, já que os países estão com seus principais atletas da classe júnior. Acredito que será uma prévia do Mundial por Equipes Sub-21 deste ano, que acontecerá em outubro, em Zagreb (Croácia)”, referendou Marcelo Theotônio, gestor das Categorias de Base da CBJ.

Sistema de disputa

A Copa obedecará ao sistema de disputa de repescagem olímpica, com as preliminares começando nas quartas de final. É uma competição por equipes em que cada duelo entre os países tem sete combates, por categoria de peso (60kg, 66kg, 73kg, 81kg, 90kg, 100kg e +100kg).

Vence o duelo a equipe que vencer o maior número de combates.

Em fevereiro deste ano, a seleção brasileira sagrou-se campeã da segunda edição da Copa ao vencer a seleção da Alemanha por 4 a 3 na final.

O Japão ficou com o título da primeira edição, em 2016, vencendo a Rússia por 4 a 3 na decisão, e o Brasil foi bronze. http://atarde.uol.com.br