GEDDEL DIZ QUE INTERVIU PARA ENFRAQUECER CANDIDATURA DE CASTRO NA CÂMARA
  • 1.344
  • 0
  • 15/07/2016 
  • redacao
Segundo ele, a possível vitória de Castro seria atribuída ao ex-presidente Lula contra o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB)

Segundo ele, a possível vitória de Castro seria atribuída ao ex-presidente Lula contra o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB)

O ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), afirmou ao blog Josias de Souza que interferiu para enfraquecer a candidatura do deputado federal Marcelo Castro, do PMDB, à presidência da Câmara dos Deputados. Segundo ele, a possível vitória de Castro seria atribuída ao ex-presidente Lula contra o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB). “A candidatura de Marcelo Castro, que foi apresentada como uma avalanche impulsionada por Lula. Não prosperou. Não permitimos que prosperasse.

Acham que isso foi uma derrapada na pista molhada? Está bem. Mas o piloto imediatamente ajeitou o carro na pista. E atravessou a reta de chegada em primeiro lugar. Num processo delicado como esse, o importante é o resultado final, não as surpresas do caminho. Estou feliz com o resultado”, explicou ao blog. Geddel também avaliou que o apoio do PT a Rodrigo Maia não preocupa o governo Temer.

“Incomodaria se ele tivesse aparecido, como apareceu o Marcelo Castro, como candidato de uma manobra petista, cuja vitória seria atribuída à articulação do Lula contra Michel Temer. Essa seria a leitura. Quanto ao Rodrigo Maia, é natural que ele tenha buscado votos em toda a Câmara. Para surpresa de todos, Rodrigo também teve votos em partidos do centrão, como PR e PP. As circunstâncias o favoreceram”. G1 Bahia