MEDIDA PROVISÓRIA FOI ASSINADA NESTA TERÇA-FEIRA (16), DURANTE A XX MARCHA A BRASÍLIA EM DEFESA DOS MUNICÍPIOS
  • 155
  • 0
  • 17/05/2017 
  • Redação

marcha

“O cidadão não mora na União, nem no Estado. Ele mora no município e, por isso, ele tem que ser prestigiado”, ressaltou o presidente da República, Michel Temer, nesta terça-feira (16), na cerimônia de abertura da XX Marcha a Brasília em defesa dos Municípios.

Na oportunidade, em benefício dos municípios, Temer assinou medida provisória que permite o parcelamento, em 200 meses, das dívidas das prefeituras com o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). “Para que a União seja forte é preciso que os municípios estejam fortalecidos”, defendeu o presidente ao falar sobre a nova MP. Nela, foram reduzidos os juros da dívida em 80% e das multas em 25%.

O presidente reforçou, ainda, a atual integração do Executivo com o Legislativo e mencionou a aprovação de matérias de destaque no Congresso Nacional em vista dessa parceria, “o que merece aplauso”, afirmou. “Hoje, o Legislativo é parceiro do governo e governa com o Executivo”, disse.

Por fim, Temer pontuou que, “foram momentos complicados para prefeitos e prefeitas, mas é agradável chegar aqui com as notícias de que tínhamos quase 10% de inflação e, hoje, estamos a menos de 4%”, enfatizou. O presidente lembrou também dos juros da taxa do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic), que continuam em queda no País.

Secretaria Especial de Comunicação Social

Casa Civil