DILMA RECEBE AS BÊNÇÃOS DO SR. DO BONFIM AO LADO DE RUI E OTTO
  • 908
  • 1
  • 09/10/2014 
  • redacao
A candidata encontrou com lideranças políticas, visitou o Memorial  Irmã Dulce e subiu a Colina Sagrada  acompanhada por centenas de baianos

A candidata encontrou com lideranças políticas, visitou o Memorial Irmã Dulce e subiu a Colina Sagrada acompanhada por centenas de baianos

A largada para a campanha do segundo turno de Dilma Rousseff na Bahia foi dada nesta quinta-feira (9), em Salvador. Com a força dos recém-eleitos Rui Costa (PT) e Otto Alencar (PSD), respectivamente para o governo e o Senado, e do governador Jaques Wagner, a candidata veio agradecer os mais de 4 milhões de votos conquistados  no primeiro turno no estado e pedir mais.
A primeira agenda foi com lideranças políticas de toda a Bahia, no Museu do Ritmo. Depois, o grupo seguiu para caminhar do Largo de Roma a Igreja do Senhor do Bonfim. Dilma recebeu o carinho dos baianos, que aproveitaram sua passagem para tirar fotos e demostrar apoio. No percurso, parou para entrar na Igreja da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, onde estão os restos mortais de Irmã Dulce. Na Colina Sagrada, recebeu a bênção e agradeceu pela vitória na Bahia.
“Vim agradecer aos baianos pela confiança, foi uma maravilhosa votação. Agora, nesse segundo turno, quero pedir que daqui saia uma onda 13. A Bahia tem força, régua e compasso. E vai criar essa onda para que a gente ganhe essa eleição”, afirmou Dilma ainda durante agenda com as lideranças.
Ao rebater as manifestações preconceituosas contra o povo nordestino, a candidata defendeu que ” a diversidade regional e cultural é uma das nossas maiores riquezas. Sem o Nordeste , o Brasil não seria esse país que amamos e defendemos”. A candidata disse que sente muito orgulho de cada cidadão e cidadã que apertou o 13 nas urnas no último domingo, mandando um recado para os oposicionistas que classificam o voto do nordestino como o  voto do desinformado. “Nós construímos 422 escolas técnicas pelo Brasil, inclusive no Nordeste. Enquanto eles fizeram apenas 11 em todo país”, alertou a candidata ao explicar que o povo sabe e reconhece a diferença entre os dois projetos.
Rui Costa, o governador Jaques Wagner e  Otto Alencar, cabos eleitorais de Dilma na Bahia, se mostraram empolgados para a reta final da campanha. “Aqui tem guerreiros e guerreiras, que foram a campo porque acreditam no projeto. É consenso entre os prefeitos: Dilma foi a presidente da República que mais ajudou os municípios e o estado da Bahia”. Para Rui, os nordestinos votam nela porque muita coisa mudou na “fotografia” da região. “Eles não nos conhecem e disseminam o ódio contra a gente. A Bahia e o Nordeste estão bem diferentes do que há 15 anos atrás”.
O governador Jaques Wagner apostou que a candidata a reeleição terá 4 milhões de votos de frente no estado. “É na democracia que vamos resolver as nossas diferenças. É no voto. Os falsos mudancistas foram derrotados na Bahia e serão derrotados no Brasil dia 26 de outubro“. Com a mesma determinação, o senador eleito Otto assegurou a presidente que não vai descansar até o fim do segundo turno. “Vamos lutar com muita garra, porque Dilma é o melhor pra Bahia e para o Brasil”.(ASSESSORIA DE IMPRENSA RUI COSTA)