NO NATAL DE GILMAR MENDES O PRESENTE VAI PARA GAROTINHO
  • 187
  • 0
  • 20/12/2017 
  • Redação

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, concedeu habeas corpus na noite desta quarta-feira para o ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PR). O presidente nacional do PR, Antonio Carlos Rodrigues, também será solto, mas por decisão do ministro Dias Toffoli. Eles estavam presos em virtude da Operação Chequinho, que investiga um esquema de compra de votos nas eleições de 2012 em Campos dos Goytacazes (RJ). O ex-governador foi detido em 16 de novembro por decisão do juiz eleitoral Ralph Manhães, da 100ª Vara Eleitoral de Campos dos Goytacazes. No último dia 28, Rodrigues se entregou à PF após quatro dias foragido. A decisão de Gilmar de libertar Garotinho foi baseada em um habeas corpus apresentado ao TSE pelo advogado Fernando Fernandes. O relator original era o ministro Jorge Mussi, mas como já se iniciou o recesso do Judiciário, (Veja)