UBAITABA FAZ BUSCA-ATIVA PARA INSERIR MAIS FAMÍLIAS NOS PROGRAMAS SOCIAIS
  • 139
  • 0
  • 19/03/2018 
  • Redação

Par ampliar o número de atendimentos do programa Bolsa Família, a Prefeitura de Ubaitaba, por meio da Secretaria da Assistência Social e Promoção e Trabalho (SEAST), vai intensificar, a partir desta semana, a busca-ativa de famílias que estão no perfil do programa e ainda não foram cadastradas. Além disso, vai promover a atualização cadastral dos beneficiários, para evitar que as famílias que ainda precisam do benefício tenham o pagamento interrompido.

A prefeita Suka Carneiro e a secretária Elied Soares, titular da SEAST, vão mobilizar os profissionais da Assistência Social, do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), as duas unidades públicas de atendimento às pessoas em situações vulneráveis e de risco social. A busca-ativa consiste na visita domiciliar para identificar famílias que ainda estão fora do cadastro do Bolsa Família e de outros programas sociais.

A secretária da Assistência Social e Promoção e Trabalho orienta as famílias da sede, Faisqueira e Piraúna que abram a porta de casa e recebam bem as equipes para que seja um sucesso a busca-ativa. Os profissionais estarão utilizando como transporte veículos da SEAST e podem ser facilmente identificados. “É essencial que as pessoas cooperem para que mais famílias em situação de vulnerabilidade e de risco social sejam beneficiadas com o Bolsa Família”, disse Elied Soares.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) a cobertura do programa é de 76,58% em relação à estimativa de famílias pobres no município. Essa estimativa é calculada com base nos dados mais atuais do Censo Demográfico, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Atualmente, há 2.191 famílias beneficiárias do Bolsa Família, equivalente a 26,24% da população total do município de Ubaitaba, e inclui 383 famílias que, sem o programa, estariam em condição de extrema pobreza.

No mês de janeiro de 2018 foram transferidos R$ 327.049,00 às famílias do Programa e o benefício médio repassado foi de R$ 149,27 por família. Conforme estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), fundação pública federal vinculada ao Ministério do Planejamento, a cada R$ 1,00 transferido às famílias do programa, o Produto Interno Bruto (PIB) municipal tem um acréscimo de R$ 1,78.

________________________

Prefeitura de Ubaitaba

Assessoria de Comunicação

Texto: Luiz Conceição

Foto: MDS

19.03.2018