ACUSADO DE MATAR O JORNALISTA MANOEL LEAL EM ITABUNA VAI A JURI EM SALVAADOR
  • 106
  • 0
  • 16/05/2019 
  • redacao

 

Acusado pelo assassinato do jornalista Manoel Leal, fundador do jornal itabunense A Região, Marcone Sarmento será julgado pelo Tribunal do Júri da comarca de Salvador na próxima quarta-feira, dia 22. O crime ocorreu há mais de duas décadas no sul da Bahia, em Itabuna, e teve repercussão internacional. No dia 14 de janeiro de 1998, o jornalista foi vítima de uma emboscada e acabou executado a tiros na porta de casa. Marcone Sarmento foi denunciado pelo Ministério Público estadual como um dos executores. Ele chegou a ser julgado, mas foi absolvido pela participação no crime em 2005. O MP recorreu da decisão e o Tribunal de Justiça julgou que a absolvição era manifestamento contrária à prova dos autos. Um novo julgamento foi marcado e acontecerá na próxima semana (14 anos depois), às 8h, no Fórum Ruy Barbosa. Outras duas pessoas também foram julgadas por envolvimento na ação criminosa, sendo uma delas condenada a 18 anos de prisão e outra absolvida a pedido do MP. (RBN)