NOVO AEROPORTO DE VITÓRIA DA CONQUISTA ENTRA EM OPERAÇÃO NO DIA 25
  • 211
  • 0
  • 18/07/2019 
  • redacao

Novo aeroporto de Conquista começa a operar no próximo dia 25 || Foto Bahia.ba

O novo aeroporto de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, será entregue no próximo dia 23. A construção do equipamento, que contou com recursos estaduais e da União, foi coordenada pela Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) e integralmente executada pelo governo do Estado. Com estrutura moderna, projetada para receber aeronaves de grande porte, o novo aeroporto leva o nome do cineasta baiano Glauber Rocha e entra em operação na quinta (25). O governador Rui Costa e o presidente da República, Jair Bolsonaro, vão inaugurar o novo terminal conquistense.

O novo equipamento vai ter o dobro de capacidade do antigo aeroporto, podendo ampliar  sua movimentação para 500 mil passageiros até 2020. Outra novidade é que o Glauber Rocha também vai receber grandes aeronaves (Boeing 737-800) e minimizar as interferências climáticas nos pousos e decolagens por ter equipamentos mais avançados de navegação aérea.

Foram investidos cerca de R$ 106 milhões na obra, com mais de R$ 31 milhões do orçamento do Governo da Bahia. Os recursos do Governo Federal foram assegurados durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff e repassados até o ano de 2018, quando foram transferidos os últimos valores ao Governo do Estado para conclusão das intervenções.

Os investimentos foram aplicados em desapropriações, elaboração de projetos, obras das pistas de pouso e terminal de passageiros, além de intervenções complementares como as vias de acesso até o novo equipamento.

A OBRA

O processo para implantação do novo aeroporto teve início em 2011, quando o Governo do Estado pagou as indenizações que garantiram o terreno onde o aeroporto seria construído. No ano seguinte, Estado e União assinaram convênio assegurando os recursos para viabilizar a obra. Com projetos já totalmente finalizados, a ordem de serviço para a primeira fase obra foi autorizada pelo governo baiano, em 2014. A liberação pela União para construção do terminal de passageiros ocorreu em 2015. A última parcela do governo federal para conclusão da obra saiu em R$ 2018. :: LEIA MAIS »