ELEIÇÃO NO TJ-BA: INVESTIGADOS POR VENDA DE SENTENÇAS ESTÃO FORA DA DISPUTA
  • 226
  • 0
  • 03/12/2019 
  • redacao

 

 

Os desembargadores afastados durante a Operação Faroeste, que investiga a venda de sentenças no estado, não poderão concorrer à eleição do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).De acordo com decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), estão fora da disputa os desembargadores José Olegário Monção Caldas e Maria da Graça Osório Pimentel.

Os dois magistrados eram candidatos à eleição para presidência do TJ-BA, que será realizada nesta quarta-feira (4). Mas depois da operação autorizada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), seguem na disputa somente os desembargadores Rosita Falcão de Almeida Maia, Lourival Almeida Trindade e Carlos Roberto Santos Araújo. A votação começa às 8h.

Os candidatos para  1ª vice-presidência são os desembargadores Rosita Falcão de Almeida Maia, Carlos Roberto Santos Araújo, Heloísa Pinto de Freitas Vieira Graddi, Cynthia Maria Pina Resende e Jefferson Alves de Assis; para a 2ª vice-presidência, os concorrentes são Carlos Roberto Santos Araújo, Cynthia Maria Pina Resende, Jefferson Alves de Assis, Nágila Maria Sales Brito e Augusto de Lima Bispo.