HOSPITAL REGIONAL COSTA DO CACAU EM DIFICULDADES
  • 454
  • 0
  • 25/07/2021 
  • redacao

.

O Hospital vem sofrendo para manter suas atividades.

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), situado na rodovia Ilhéus/Itabuna vem sofrendo para manter suas atividades. Administrado pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Administração Hospitalar – IDBAH, beneficia cerca de 1,7 milhão de pessoas em mais de 70 cidades da região sul da Bahia, é um dos hospitais mais importantes do estado, contando com quase 200 leitos, dentro os quais, 30 de Terapia Intensiva.

No HRCC são prestados serviços de média e alta complexidade ambulatorial, de diagnose e terapêutica e internação hospitalar, envolvendo as especialidades clínica (geral, cardiologia, saúde mental e neurologia) e cirúrgica (geral, ortopedia, neurocirurgia e cardiovascular).

Além da ampla cobertura médica clássica, a Pandemia tornou o Costa do Cacau referência no tratamento da Covid-19, sobretudo pela implementação de 25 leitos de enfermaria, 40 leitos de UTI e 8 Unidades de Assistência Respiratória.

Contudo, mesmo com essa imensa importância para região, chegou ao conhecimento dessa redação que os repasses efetuados pelo Estado à Administradora, para manutenção do Hospital estão em atraso, e tem ocasionado atraso salarial das equipes médicas, bem como falta de insumos e medicamento para procedimentos cirúrgicos. Tais fatos tem ocasionado a recusa na regulação de pacientes para o tratamento na instituição, e ameaça de paralisação das atividades de médicos que já se encontram há mais de três meses sem remuneração.

Tais fatos também atingem profissionais da ala Covid, inclusive da UTI, que amargam desde abril o atraso das suas remunerações, mesmo após o Secretário de Saúde, Fábio Vilas Boas, ter se comprometido com a transferência do importe de R$ 13 milhões para regularização das pendências financeiras do Hospital.

Esse veículo teve acesso, inclusive, a uma carta subscrita por cirurgiões do HRCC, estabelecendo o dia 09 de agosto como limite para percepção dos vencimentos em atraso, sob pena de suspensão das atividades cirúrgicas.

A IDBAH administra o Costa do Cacau desde 2019 e recentemente teve seu contrato aditivado, contudo, o atraso nos repasses tem prejudicado o atendimento aos usuários desse equipamento de extrema importância para os sul baianos, que esperam o completo restabelecimento das suas atividades.
Aguardamos o posicionamento do Governo do Estado sobre tal fato e esperamos que a situação seja em breve regularizada, visto que o HRCC é de grande importância para região cacaueira, principalmente nesse período pandemico.