POLÍCIA DIZ QUE CHEF ESPANHOL FOI MORTO POR VINGANÇA; SUSPEITO DO CRIME É IDENTIFICADO
  • 650
  • 0
  • 09/12/2023 
  • redacao

 

Polícia diz que casal foi morto por vingança || Foto Redes Sociais

A Polícia Civil divulgou, nesta sexta-feira (8), detalhes sobre as investigações dos assassinatos do chef espanhol David Pegrina Capó, de 53 anos, e da brasileira Érica da Silva Santos, 34 anos. O casal foi morto no dia 24 de novembro, na Ilha do Pau do Macaco, em Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia. O duplo homicídio teria sido motivado por vingança.

De acordo com a polícia, David Pegrina e Érica da Silva foram mortos por um homem identificado como Eliandro Lourenço de Menezes, de 46 anos, que está foragido. O espanhol teria prometido entregar uma parte da Ilha do Pau do Macaco para o acusado, mas não cumpriu com a promessa e foi morto. A polícia informou que um filho de Eliandro Lourenço contou que o pai lhe confessou o crime.

 Eliandro Lourenço é traficante de drogas e teve a prisão decretada em 2019, conforme informou a Polícia Civil nesta sexta-feira. Ainda segundo a polícia, o casal conseguiu escapar de um cerco da Polícia Federal e passou um tempo sumido da ilha. Os corpos das vítimas foram encontrados às margens do Rio Buranhém. As mortes são investigadas pelo delegado Paulo Henrique Oliveira.