FALSO MÉDICO QUE ATENDIA EM HOSPITAL DE UBAITABA FOI PRESO EM ITORORÓ
  • 445
  • 1
  • 04/09/2015 
  • Redação
Adriano atendia usando apenas o registro de matrícula da Universidade onde afirma ter se formado.

Adriano atendia usando apenas o registro de matrícula da Universidade onde afirma ter se formado.

 Pela segunda vez,  médicos que atendiam à população  no Hospital S. Vicente de Paulo em Ubaitaba,   são presos por exercer ilegalmente a profissão. O presidente da Fundação Hospitalar responsável pela administração do hospital, de prenome Edvan,vem sendo  investigado pelo  Ministério Público. Dessa vez,   a  polícia civil da 21ª Coorpin identificou na manhã da última  sexta-feira (4), atuando e atendendo no Hospital e Maternidade de Itororó, o “médico” Adriano César Caetano Veiga, 48 anos, natural de Feira de Santana. De acordo com o blog (Itororó Já), Adriano foi autuado e conduzido à delegacia onde afirmou ao delegado titular Dr. Frank que é formado em Medicina pela Universidade Nacional Ecológica da Bolívia e apresentou uma xérox do suposto diploma do curso que o mesmo havia recebido no ano de 2012. Confirmou também que não possui registro do Cremeb e diz ter uma ação em fase de recurso com um pedido de inclusão do seu nome do programa do Governo Federal “Mais Médicos”. No ano de 2011, Adriano foi acusado de exercer ilegalmente a função de médico na cidade de Potiraguá, como divulgou a imprensa local na época. Adriano atendia usando apenas o registro de matrícula da Universidade onde afirma ter se formado. O investigador de polícia civil, Kléber Silva, informou que Adriano admitiu de imediato no momento da abordagem não ter CRM Adriano, que atendia em Itororó há cerca de 1 ano entregou, os carimbos que portava ao delegado e encontra-se à disposição da polícia. (jornaltribunadaregiao.cm.br)