COELBA PROIBIDA DE COBRAR TAXA DE RELIGAÇÃO DE ENERGIA ELETRICA
  • 1.871
  • 6
  • 29/12/2015 
  • redacao
A taxa de religação ficou proibida, segundo projeto do deputado Targino |Machado

A taxa de religação ficou proibida, segundo projeto do deputado Targino |Machado

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou um projeto de lei que proíbe a cobrança de taxa de religação de energia elétrica em caso de corte por falta de pagamento. O PL 21.154/2013, de autoria do deputado estadual Targino Machado (DEM), determina que em caso de suspensão por atraso, a concessionária deve, em prazo máximo de 24 horas, retomar o fornecimento sem qualquer custo ao consumidor. O projeto segue para sanção do governador Rui Costa. (BN)


  1. elisio disse:

    eu não aprovo essa atitude como deveria baixar a taxa de iluminação publica que pagamos três vezes mas caro ex; uma lâmpada de 300 w,na sua porta de casa custa para prefeitura Dez horas por dia,durante trinta dias valor em média de 50.00 reais doze casa são beneficiada com essa iluminação ,cada casa paga 9,78,nove reais e setenta e oito centavos.veja a diferença.

  2. elisio disse:

    eu não só aprovo essa atitude como deveríamos ter em nossa cidade um escritório para atender todas de manda em relação a eletricidade

  3. elisio disse:

    minha gente temos que ajudarmos os nossos representantes com denúncia precaver o prejuízo antes que aconteça.

  4. elisio disse:

    assim como foi feito com a eletricidade ; á água também precisa ser tomada essa medida .

  5. elisio disse:

    existem outras medidas que precisa ser tomada contra a coeba ;fazer cortes de energia aos finais de semana que não dar tempos para o usuário resolver nada.

  6. olga tannus simões disse:

    dia 30/12 tive minha luz cortada c todas as contas pagas, fiquei das 11 até as 16:30 sem luz, além das 12 contas já pagas tive q pagar + 3, achava q o ano só tinha 12 meses, tive q pagar 15 p não passar o ano no escuro, a COELBA q aguarde o processo, como eu, tinha várias pessoas na agencia c a luz cortada e as contas pagas