RENOVAÇÃO POLÍTICA OU CAOS ETERNO (Por Valdemir Liger Neto (*)
  • 2.225
  • 2
  • 23/04/2016 
  • redacao

lierokok

No último domingo durante a votação para o prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Roussef, a população brasileira não assistiu a uma simples votação, aquilo foi um verdadeiro show de horror.

Exceção feita a poucos Deputadosvia de regra, o que se viu foram justificativas por vezes falsas, vazias e fora de contexto de pessoas que deveriam tomar o mínimo de cuidado para votar em algo tão relevante.

Dentre os votos mais inusitados, ganhou destaque a Deputada Raquel Muniz (PSD-MG),mulher do prefeito da cidade mineira de Montes Claros, Ruy Muniz, que foi preso no último dia 18, em Brasília, pela Polícia Federal,acusado de direta e indiretamente, pretender inviabilizar a existência e o funcionamento dos hospitais públicos e filantrópicos de Montes Claros que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para favorecer hospital particular pertencente e gerido pelo prefeito e parentes dele.

Como o caso da referida deputada, é fácil apontar dezenas de situações idênticas.

Outro fator que me causou espanto foram os aspectos físicos dos políticos.Ora, é sabido que a experiência é algo fundamental para a vida pública, mas para exercer a função de deputado com rigor,exige-se certo esforço físico que alguns parlamentares já não são capazes de oferecer. Em alguns momentos fiquei preocupado com a saúde de muitos que ali estavampois, alguns mal conseguiam falar.

Diante de tal situação surgiu o seguinte questionamento: Será que aquelas pessoas nos representam?

A partir de tal questionamento, vale recordar o que disse o Procurador da Operação Lava-Jato, Carlos Fernando de Lima: “O sistema político-partidário no país está apodrecido pelo abuso do poder econômico”.

A atual conjuntura política chegou a um estágio onde só nos resta duas saídas: Ou passamos a empunhar facões e armas e vivemos comoSelvagens ou nos organizamos para renovar a forma de se fazer politica e como escolheremos nossos políticos.

O Brasil caminha a passos largos para um caos político e econômico mas, não se percebe na população um sentimento de culpa, pois se a situação chegou onde se encontra é prova que falhamos nas escolhas dos nossos representantes políticos. Ou alguém acredita que com políticos mais qualificados ainda assim viveríamos uma situação tão calamitosa?

Mesmo que a Presidente Dilma seja afastada, acredita-se que surgirá um novo messias e irá colocar o país na mais perfeita ordem. Ledo engano.

Se Jesus Cristo retornasse e ajustasse este país, em alguns meses tudo estaria bagunçado novamente.

Esta nação não precisa de salvadores da pátria, necessita de pessoas qualificadas, que junto com a população passe a renovar e por consequência modificar a forma de gerir o país.

Como já mencionado, a população é fundamental para a mudança, pois precisa entender que o meio mais eficaz de se modificar algo neste país é através do voto, ao passo que a escolha do candidato é crucial para tal mudança, e posteriormente, a cobrança dos eleitos.

Entretanto, o que se vê são pessoas que não sabem o que seu Deputado propõe, ou que bandeira defende seu Senador, tampouco faz ideia quais os projetos políticos do seu governador.

É preciso esclarecer que não se deve escolher um candidato porque ele utiliza animais de estimação em sua campanha, ou porque ele participou de um reality show em rede nacional, nem porque ele é um famoso apresentador de TV.

Não há momento melhor para uma mudança drástica,do que após essa enxurrada de sujeira vinda da política; uma vez que é preciso desmascarar e limpar os corruptos e improdutivos que lá estão.

Se o critério continuar dessa forma, figuras bizarras como se viu no último domingo serão cada vez mais assíduas no meio político.

O momento é dramático, ou este país evolui e procura renovar seu quadro político ou cenas como as do último domingo serão cada vez mais frequentes.

(*) Valdemir Liger Neto, Advogado, Pós Graduando em Direito Civil pela Faculdade Baiana de Direito.


  1. Fernando Castro disse:

    É NOTÓRIA A NECESSIDADE DE UMA AMPLA E PROFUNDA REESTRUTURAÇÃO NO CENÁRIO POLÍTICO BRASILEIRO. CREIO QUE TÃO URGENTES MUDANÇAS DEVEM TER CARÁTER TRANSFORMADOR NA VIDA DE TODA A NAÇÃO; SENDO ASSIM, O PROCESSO DEVE TER COMO PONTO DE PARTIDA A REFORMA EDUCACIONAL, BASE “SINE QUA NON” PARA ATINGIRMOS A CAPACITAÇÃO REQUERIDA À ESCOLHA CONSCIENTE DOS NOSSOS REPRESENTANTES. NÃO QUE ESTE SEJA O ÚNICO PRE-REQUISITO QUE NOS GARANTA O RETORNO DA “ORDEM E PROGRESSO”, MAS, É DE FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA AO DESENVOLVIMENTO SÓCIO-ECONÔMICO-CULTURAL DO PAÍS.

  2. Josair Miranda disse:

    Parabéns pelas suas notas enfatizando temas tão importantes no momento atual do nosso pais com um ponto de vista correto e imparcial revelando aos seus leitores a real situação do que está acontecendo