PUNIÇÕES NOS TRIBUNAIS E CRISE FINANCEIRAS LEVAM PREFEITOS A DESISTIREM DA REELEIÇÃO
  • 1.180
  • 0
  • 29/07/2016 
  • redacao
 prefeito Bêda Almeida continua licenciado

prefeito Bêda Almeida desistiu da reeleição  e continua licenciado

Eleitos para prefeituras há quatro anos,  prefeitos,  de cidades de porte  médio  e vários de cidades pequenas anunciaram que não vão disputar um novo mandato em outubro. A dificuldade financeira das prefeituras, a possibilidade de punições nos Tribunais de Contas e a dificuldade em arrecadar fundos para a campanha com a nova Lei Eleitoral,  são os principais motivos das desistências. O prefeito  licenciado de Ubaitaba, Asclepíades de Almeida Queirós (Bêda-PMDB),  foi um deles. Na mira do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e com a popularidade em baixa, desistiu de concorrer à reeleição e indicou o atual vice-prefeito Paulo Bidú, que já governa interinamento o município. Bêda Almeida está no terceiro mandato. Teve dois consecutivos. Em 2.000, assumiu pela primeira vez a prefeitura e realizou uma administração considerada boa. Foi para a reeleição em 2004 e  foi vitorioso. Em 2008,   elegeu o primo  Alexandre Almeida (PMDB). Já em 2012,  foi eleito  para mais um mandato  que se encerra em  31 de dezembro de 2016. (jornaltribunadaregiao.com.br)