MASSAGISTA É DEMITIDA APÓS SER FLAGRADA FAZENDO SEXO ORAL EM JOGADOR
  • 28.095
  • 0
  • 17/09/2014 
  • Redação

Funcionária disse ter tido bebida manipulada por alguém

Funcionária disse ter tido bebida manipulada por alguém

Um escândalo envolvendo uma massagista e um jogador de futebol abalou o futebol suíço nesta semana. De acordo com informações da imprensa local, a profissional que trabalhava no Lenzburg FC foi demitido após ser flagrada fazendo sexo oral no atleta.

A massagista, que tem 41 anos, estava fazendo sexo oral em um atleta de 20 anos quando foi filmada por um grupo de jogadores. O problema é que as imagens vazaram e foram parar nas mãos do presidente do clube suíço, Ulrich Bruder, que não gostou nada do que viu.

De acordo com o jornal suíço Blick, o caso ocorreu em maio, mas a demissão da massagista foi anunciada pelo Lenzburg FC apenas na última terça-feira (16). A polêmica aconteceu no estacionamento do clube, durante uma festa que comemorava o fim da temporada.

“A demissão dela foi definida pelo conselho do clube. Os jogadores foram punidos internamente, até porque não posso demitir metade do time”, disse o dirigente.

Abalada com a demissão, a massagista que não teve o nome divulgado disse que bebeu apenas dois copos de bebidas alcoólicas e acredita que alguém alterou sua bebida para que ela ficasse fora de controle. “Alguém tinha que ser culpado pelo que ocorreu. Eu fui o bode-expiatório, a vítima mais fácil. Não me lembro de nada do que aconteceu”, desabafou ela, que não quer mais voltar a trabalhar no meio esportivo.