MARAU: ESPECIALISTAS ALERTAM SOBRE OS PERIGOS DAS “CARAVELAS PORTUGUESAS” NAS PRAIAS DE BARRA GRANDE
  • 3.175
  • 1
  • 06/11/2016 
  • redacao
A reportagem do site Barra Grande News registrou a presença delas na praia da Bombaça

A reportagem do site Barra Grande News registrou a presença de várias “caravelas”  na praia da Bombaça

Nas últimas semanas os visitantes, turistas e moradores de Barra Grande península de Maraú, vem se preocupando com o surgimentos de um animal marinho nas praias do lugar. Trata-se das  “caravelas portuguesa” que já estão sendo encontradas  nas praias mais frequentadas de Barra Grande. Elas levam esse nome porque se movimentam com o vento, estavam na areia da praia e chamaram a atenção de quem estava por lá, pois não é algo comum e requer alerta para acidentes com banhistas. De acordo com os biólogos, os banhistas devem ter atenção ao entrarem na água e jamais tocarem nos tentáculos das caravelas, mesmo quando elas já estiverem mortas.

Segundo os biólogos marinhos a “caravela-portuguesa”, como é comumente conhecida, é um animal facilmente confundido com uma água-viva (medusa), mas na verdade são “parentes” próximos. O corpo desse animal é uma bexiga cheia de gás, que fica acima da água e se assemelha a um navio de guerra antigo, movido a vela. Os tentáculos são longos e finos que podem estender até 50 metros de comprimento abaixo da superfície, embora em média chegam a 10 metros.

Os tentáculos são cobertos por células chamadas “nematocistos”, que contêm uma substância usada para paralisar e matar os peixes e outros organismos aquáticos menores como camarões, que são seu principal alimento. Para os humanos, o contato com os tentáculos desse animal é doloroso, mas raramente fatal. (Barra Grande News)

 


  1. joão de deus ferreira disse:

    A SECA

    A seca é um fenômeno cruel, que está corroendo até aquele pouquinho de dinheiro da alimentação de milhares de famílias. O povo brasileiro está sendo humilhados por políticos incompetentes, que não tem um só projeto para lhes tirar dos inúmeros buracos que vocês estão sendo lançados.
    O Governo Federal está nos conduzindo a um caminho sem volta, quem tem fome não pode esperar, o Gov. Federal se esconde quando falamos em meio ambiente, que é o meio mais barato para se criar empregos para os menos esclarecidos, eles não se interessa e não sabem quais são as necessidades que estão sofrendo o povo pobre em todo Brasil.
    A fome, a saúde, o desemprego, e o medo de andar pelas ruas, lhes proporciona uma grande sensação de estar condenados por um crime que não comentemos.
    O Governo Federal autoriza Agro- negócio a produzir proteínas que está adoecendo os consumidores de peixes e crustáceos produzidos em cativeiros, e sem fiscalização sanitária, quando vocês encontrar animais com tamanho menor que o de costume, é descarte, bem como a inflação baixa, é desova de mercadorias antigas, enxugando os estoques, todo doente quando está perto de morrer tem uma saudezinha, por isso a alegria do TEMER. TEMER você sabe que no BRASIL tem muita gente passando fome com suas ideias.
    Com a falta de hombridade dos políticos para com seus eleitores, eu JOÃO DE DEUS FERREIRA, aconselho a todos os Nordestinos e Sudestinos a procurar Governo do seu estado, Empresas, juntamente com suas associações comerciais, para ajudar a recuperar alguns rios importantes em seu estado. Como rios água dos ferros, Cachoeiro, Cocó, Jequitinhonha, Ipojuca, Jucu, Formate, Guandu, Paraíba, Paraíba do Sul, Poxim, Potegi, Poty, São Francisco, Velho Monge, e etc.
    A minha maior tristeza é saber que um rio que passa por dois estados importantíssimos estão deixando o rio poty morrer, o rio poty está com dificuldade de dissolver as escorias dos movimentos das rochas, e esgotos, por esta ação os peixes e os crustáceas estão morrendo, e se não cuidar com rapidez os gases poderão ganhar aquecimento e além do mais, o rio Poty não está produzindo alimento para os seus viveres por falta de vegetais nas suas margens, incluindo o cânio. Piauí E CEARÁ vamos ou não vamos cuidar do rio POTY responda a sociedade?
    EU JD conheço um vizinho que pode fazer um cinturão verde no rio poty, e produzir alimento para matar a fome de ricos e pobres, e aumentar o volume de água como antes, e fazer esta região se desenvolver com empregos.
    Espero que cada jornal envie este para seu Governo e associação comercial.

    O PODEROSO DEUS ESTÁ REUNINDO A SUA IGREJA E LÁ NÃO TEM SACOLINHA.

    JOÃO DE DEUS FERREIRA O HOMEM.