FORÇA-TAREFA LAVA-JATO AMEAÇA RENUNCIAR SE LEI FOR SANCIONADA
  • 2.174
  • 0
  • 30/11/2016 
  • redacao
"A nossa proposta é renunciar coletivamente [à Lava-jato, afirmou Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador da República força-tarefa,

“A nossa proposta é renunciar coletivamente [à Lava-jato, afirmou Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador da República força-tarefa,

Nesta quarta-feira (30), os procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato repudiaram a aprovação da punição para juízes e membros do Ministério Público Federal por abuso de autoridade, dentro do pacote anticorrupção aprovado nesta madrugada pela Câmara de Deputados. Os procuradores apontam que houve um ataque da Câmara contra as investigações e a independência dos promotores, procuradores e juízes. “A nossa proposta é renunciar coletivamente [à Lava Jato] caso essa proposta seja sancionada pelo presidente”, afirmou Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador da República e um dos coordenadores da força-tarefa, durante entrevista coletiva. “Muito mais valerá a pena fazer um parecer previdenciário do que se arriscar a investigar poderosos”, disse Carlos Fernando. Os procuradores ainda acusaram “grandes líderes partidários e líderes do governo” de Michel Temer (PMDB) de articular a votação da madrugada. “Os procuradores da força-tarefa da Lava Jato vêm a público manifestar repúdio ao ataque feito pela Câmara dos Deputados contra investigações e a independência de promotores, procuradores e juízes. A Câmara sinalizou o começo do fim da Lava Jato”, diz a nota divulgada pelo grupo. (JB)