ROTARY PRETENDE CRIAR COMISSÃO PARA FISCALIZAR HOSPITAL DE UBAITABA
  • 374
  • 1
  • 29/09/2017 
  • Redação

 

O vereador Marco Liger, representante da Câmara de Vereadores denunciou apresentou relatório onde consta realização de centenas de cirurgias (Foto: Norma Ribeiro)

Diversos membros da sociedade civil organizada se reuniram na última  quarta feira (27) na sede do Rotary Club de Ubaitaba. O  objetivo da reunião,  foi devido às  recorrentes   denúncias da população sobre   as constante falta de médicos, medicamentos básico, como (dipirona) (Gases para curativo) e outros materiais. Também foi questionado sobre a possível  transferência de equipamentos do centro cirúrgicos para outros hospitais, administrado pela empresa do Sr, Edvan. A reunião contou  com a presença dos  rotarianos, do Venerável da Loja Maçônica  Justiça  e Trabalho, vice-presidente da CDL, representantes dos Agentes Comunitários de Saúde,  vereadores, Marcos Líger e Zé Nilton além da presença do presidente da empresa responsável pelo setor administrativo do Hospital, senhor Edvan.

O presidente do Hospital, Edvan, prestou esclarecimento (Foto: Norma Ribeiro)

Durante a reunião,  o vereador Marcos Liger  relator um episódio envolvendo sua genitora quando precisou de atendimento médico e o hospital não dispunha  ao menos de dipirona e gases para realização de curativos. Ele disse ainda, que foi obrigado a recorrer ao hospital da cidade de Aurelino Leal onde conseguiu uma caixa do medicamento e retornou para o hospital de Ubaitaba onde sua mãe estava sendo medicada. Na oportunidade ele apresentou documentos de superfaturamento em procedimentos cirúrgicos, falta de médicos e falou dos repasse atuais  que chegam quase a 200 mil mensal.

A reunião teve como mediador o vice-presidente do Rotary, Humberto Hugo (Foto: H. Hugo)

O Hospital de Ubaitaba que já foi referencia regional tem e atualmente  sido alvo recorrente de graves denuncias. Outros membros  também questionaram o presidente do hospital sobre salários atrasados dos médicos e funcionários e outras irregularidades. O senhor Edvan tentou esclarecer alguns fatos abordados pelos presentes. Falou da dívida trabalhista que está sendo quitada e garantiu que a entidade está melhorando o atendimento, além dos  salários que já  estão sendo pagos em dia. Sobre o superfaturamento nos  procedimentos,  ele tentou explicar, mas não convenceu os presentes. No final,  ficou definido  a criação de uma comissão para fazer vistorias na unidade de saúde e cobrar a  prestação de contas. Já na próxima semana serão escolhidos os membros que integrarão a  referida comissão.(Fonte: rotaryclububaitaba.org)


  1. olga tannus simões disse:

    O hospital de Ubaitaba é piada, tem uma FARTURA de tudo, menos de atendimento, 16 anos morando aqui, e todas as vezes que precisei, tive receio de apelar para o mesmo, nossa população precisa atravessar para Aurelino Leal ou viajar até Itabuna e Ilhéus, merece respeito, o dinheiro está indo para onde?