ASSOCIAÇÃO DE RÁDIOS E EMISSORAS REPUDIA MANIFESTAÇÃO EM FRENTE A REDE BAHIA
  • 111
  • 0
  • 17/04/2018 
  • redacao

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) classificou como “inaceitável” a manifestação de integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) em frente a Rede Bahia, no bairro da Federação, na manhã desta terça-feira (17) (veja aqui). A associação criticou a “força” usada para invadir veículos de comunicação, e o impedimento da rotina de funcionários de comunicação, o que segundo a Abert, cerca o direito constitucional de ir e vir. Durante a manifestação, que também contou com manifestantes de Membros da Central Única dos Trabalhadores (CUT-BA). Durante o ato cerca de 250 manifestantes invadiram a sede da Rede Bahia, afiliada da TV Globo em Salvador, e proibiram a entrada dos funcionários. Segundo a Abert, foram mais de 4 horas de negociações com a Polícia Militar (PM) até a liberação do prédio da emissora pelos militantes do MST. “Qualquer tentativa de impedir o trabalho da imprensa é um ataque ao direito da sociedade de acesso às informações de interesse público e a liberdade de expressão. A Abert condena a atitude do MST e espera que as autoridades locais punem os responsáveis”, destacou a entidade em nota de repúdio enviada à imprensa. (Fonte: Bahia Noticias)