EMPRESÁRIO ASSUME TER ASSASSINADO O JOGADOR DANIEL CORRÊA
  • 1.452
  • 0
  • 01/11/2018 
  • redacao

Edson foi preso com a esposa, Cristina Brittes, 35 anos, e a filha Allana Brittes, 18 anos

Nesta quinta-feira (1º), Edson Brittes, 38 anos, assumiu ter assassinado Daniel Corrêa de Freitas, encontrado morto no último sábado (27), em São José dos Pinhais, área metropolitana de Curitiba.

O empresário confessou ter matado o jogador porque o flagrou tentando estuprar sua mulher. Edson foi preso com a esposa, Cristina Brittes, 35 anos, e a filha Allana Brittes, 18 anos; três amigos da família também são investigados por suposta participação no crime.

“E de repente, uns 40 minutos que eles tinham chego, eu escuto gritos. ‘Socorro, socorro, socorro’. Quando cheguei no meu quarto, fui forçar a porta, a porta fechada. ‘Meu Deus, a Cris não fecha a porta’. Peguei e dei uma ombrada, arrombei a porta. Quando eu me deparo, Daniel está em cima dela, tentando estuprar a minha mulher. Eu saí de mim. Fiquei desesperado”, afirmou Edson em entrevista à Globo.