SECRETÁRIO DA SAÚDE DO ESTADO INSPECIONA HOSPITAIS DURANTE O CARNAVAL
  • 430
  • 0
  • 28/02/2019 
  • redacao
Com o objetivo de verificar as condições de atendimento da população nos principais hospitais da capital durante o carnaval, bem como fiscalizar o cumprimento das escalas dos profissionais e aferir o bom funcionamento dos equipamentos de imagem, o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, realizou nesta quinta-feira (28) inspeções nas seguintes unidades: Hospital Geral Roberto Santos, Hospital Geral Ernesto Simões, Hospital Geral do Estado e Maternidade José Maria de Magalhães Netto.
“As unidades estão com funcionamento pleno e aptas a atender os casos mais graves”, afirma Vilas-Boas. Esta é a mesma realidade de outras unidades da rede estadual, visto o investimento superior a R$ 2,5 milhões em ações diversas no carnaval, como o reforço dos plantões hospitalares, instalação de três unidades de saúde nos circuitos de Salvador e Porto Seguro para a realização de testes rápidos que detectam HIV, sífilis e hepatites B e C, distribuição de preservativos e campanhas educativas que visam a prevenção de infecções sexualmente transmissíveis e doação de sangue.
Na capital, além das unidades citadas, os casos de maior gravidade poderão ser encaminhados para o Hospital do Subúrbio, Hospital Eládio Lasserre e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Pirajá, Curuzu e Cajazeiras.
No interior, os hospitais estaduais em Camaçari, Lauro de Freitas e Porto Seguro também terão escalas reforçadas. Equipes da Sesab farão inspeções diárias nas unidades de saúde com o objetivo de verificar, entre outros itens, a necessidade de substituição ou suplementação de material e medicamentos.
Outro equipamento à disposição da população é o Centro de Atendimento de Múltiplas Vítimas, que, em poucos minutos, transforma o estacionamento coberto do HGE em uma imensa emergência hospitalar. O centro está apto a receber e tratar mais de 25 vítimas simultaneamente. O espaço é equipado com toda a infraestrutura de oxigênio, rede elétrica e demais características para o primeiro atendimento. As vítimas que chegam passam por uma triagem e são encaminhadas rapidamente para os leitos adequados à gravidade dos ferimentos.
Na unidade, primeira do tipo implantada no Brasil, as vagas de estacionamento viram leitos hospitalares e a organização de toda área é feita por cores. O azul representa os casos de baixa complexidade, enquanto a área amarela é destinada aos pacientes de gravidade intermediária. Já na área vermelha, estão os pacientes mais graves, com risco iminente de morte.
Infecções sexualmente transmissíveis
Testes rápidos para detecção de HIV, sífilis e hepatites virais serão realizados a partir de amanhã (1º/03), em dois postos instalados pela Sesab na capital, sendo um na Avenida Centenário, na Barra, e outro na Avenida Adhemar de Barros, em Ondina. Os atendimentos tem início às 16 horas e funcionarão até o último dia de carnaval. Além dos testes, serão distribuídos preservativos masculinos e femininos e material informativo sobre infecções sexualmente transmissíveis. Também há um posto de testagem em Porto Seguro, instalado na Passarela do Descobrimento.
Além dos testes, farão aconselhamento e encaminhamento para tratamento no caso de testes positivos. A equipe que atuará nessa ação é formada por assistente social, enfermeiras, farmacêuticos, psicólogos, médicos, biomédicos, sanitaristas, motoristas e assistente administrativo, totalizando 60 profissionais.
Violência contra a mulher
Um lugar para ser acolhida e receber todo o suporte necessário em casos de violência sexual. O Serviço AME, localizado no Hospital da Mulher, no Largo de Roma, em Salvador, acolhe integralmente as mulheres e adolescentes a partir dos 12 anos que forem expostas a situações de abusos e violência sexual.

Composto por equipe multiprofissional, o serviço é formado por médicos ginecologistas, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogas e farmacêuticas, com funcionamento nas 24 horas, todos os dias da semana, incluindo finais de semana e feriados. Ao dar entrada na unidade, a paciente realiza exames laboratoriais sorológicos, profilaxia para HIV e IST’s, contracepção de emergência e exame médico pericial em parceria com o IML, além de, quando do desejo da mulher, dispõe de acompanhamento à delegacia especializada para registro da ocorrência.