CAMAMU: MATÉRIA SOBRE A POSSÍVEL CASSAÇÃO PELO TSE DA PREFEITA IONÁ REPERCUTE NA REGIAO
  • 177
  • 0
  • 22/04/2019 
  • redacao

 


A matéria intitulada ” Com 04 votos a 01, contra Ioná, TSE deve cassar mandato da prefeita e marcar nova eleição  em Camamu” 
pelos  principais Portais de Noticiais da região, teve grande repercussão.   A cidade de  Camamu deverá voltar ter uma nova eleição para prefeito ainda em 2019. A eleição da prefeita Ioná Queiroz (PT) deverá ser anulada nos próximos dias pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Um pedido de vista do ministro Og Fernandes suspendeu o julgamento, de recurso especial eleitoral apresentado pela coligação Trabalho e Compromisso para impugnar o registro de candidatura de Ioná Queiroz.

Com a rejeição de seu registro na primeira instância, Ioná recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), que reverteu a decisão, deferindo sua candidatura.

A impugnação ao registro da candidata se justificaria, conforme a tese dos recorrentes, porque no dia do primeiro turno das Eleições Municipais de 2016 Ioná ainda estaria inelegível, em virtude de sua condenação por abuso de poder econômico na campanha eleitoral de 2008.

O prazo de oito anos de inelegibilidade venceu no dia 5 de outubro de 2016, e o primeiro turno do pleito – em que Ioná concorreu e venceu com o registro indeferido com recurso – ocorreu três dias antes, no dia 2.

Vale lembrar que o julgamento está 4 a 1, pela anulação da eleição e a realização de uma nova eleição. A defesa da prefeita espera que na nova eleição ela poderá ser candidata a prefeita.