EX -PREFEITOS SÃO CONDENADOS A DEVOLVER QUASE 40 MILHÕES DE REAIS AOS COFRES PUBLICOS
  • 1.192
  • 0
  • 30/11/2014 
  • redacao
Domingão é um dos líderes do ranking de políticos baianos que já deveriam ter devolvido uma fortuna para os cofres públicos

Domingão é um dos líderes do ranking de políticos baianos que já deveriam ter devolvido uma fortuna para os cofres públicos

De acordo com os pareceres do TCM, o maior volume terá que ser devolvido pelos ex-prefeitos Domingos Marques dos Santos, o “Domingão” (foto), de Aurelino Leal, e Neone Barboza Cordeiro, de Jussari. Juntos, os dois políticos foram condenados a devolver quase R$ 33 milhões. O  (TCM) condenou pelo menos 20 ex-prefeitos do sul da Bahia a devolver dinheiro gasto sem comprovação de despesa.   De acordo  com os pareceres do TCM, o maior volume terá que ser devolvido pelos ex-prefeitos Domingos Marques dos Santos, o “Domingão” (foto), de Aurelino Leal, e Neone Barboza Cordeiro, de Jussari. Juntos, os dois políticos foram condenados a devolver quase R$ 33 milhões.
Domingão é um dos líderes do ranking de políticos baianos que já deveriam ter devolvido uma fortuna para os cofres públicos. A condenação mais pesada foi a referente ao processo 18052-13/2014, o qual obriga o ex-prefeito de Aurelino Leal a devolver R$ 14.314.047.
Ele ainda tem outras duas condenações, uma de R$ 2,2 milhões e outra R$ 11,7 milhões. Quem também deveria ter devolvido um valor milionário é Neone Cordeiro, que somente em um dos processos foi condenada a ressarcir o erário em mais de R$ 4 milhões.
Outros que integram a lista de políticos punidos são o ex-prefeito de Barro Preto, Adriano Clementino dos Santos, e Jorge Abdon Fair, atual de Ibirataia. O ex-prefeito já deveria ter devolvido R$ 845.882 e Fair, R$ 2,4 milhões.
Os “Niltons”
Eles também têm a companhia dos ex-prefeitos José Nilton Azevedo, de Itabuna, e Newton Lima, de Ilhéus. Azevedo foi condenado em dois processos a devolver R$ 848 mil. Esse valor é referente somente a processos julgados neste ano.
O ex-prefeito de Ilhéus terá que devolver um valor um pouco menor. Em um dos processos, o TCM determinou que Newton Lima ressarcisse os cofres públicos em R$ 794.336. A lista de ex-prefeitos condenados a devolver dinheiro aos cofres públicos é extensa.
Ela traz também José Raimundo Laudano, de Almadina; Mendes Monteiro de Almeida, de Buerarema; Maria de Fátima Aragão, de Dário Meira; José Aguinaldo dos Santos, de Firmino Alves; Altamirando de Jesus Santos e Milton Pereira Santos, de Gongogi.
Ainda Antônio Conceição de Almeida (Gude), de Ibirapitanga; Dernival Dias Ferreira, de Itapitanga; Rosivaldo Ferreira da Silva e Washington da Silva, de Mascote; José do Prado, de Pau Brasil; Moacyr Leite Júnior, de Uruçuca; Jackson Resende, de Itapé e Ronaldo Moitinho, de Iguaí.
Os ex-prefeitos foram punidos por não conseguir comprovar compra de produtos e contratação de serviços, gastos com indícios de superfaturamento na aquisição de combustíveis, emissão de cheques sem fundo e pagamento de diárias, entre muitas outras irregularidades. (Fonte: A Região)