EX-MULHER DE VEREADOR ACUSADO DE ESPANCAR FILHA, DIZ QUE FOI AGREDIDA POR ELE DURANTE 18 ANOS DE CASAMENTO
  • 262
  • 0
  • 14/07/2020 
  • redacao

 

Simone foi casada com o vereador durante 18 anos e o acua de ter sofrido agressão durante todo esse tempo

 

Após a denúncia de agressão do presidente da Câmara de Vereadores de Campo Formoso, José Alberto de Carvalho (PSD), conhecido como Zé Lambão, com a filha, Rafaella Carvalho, 18 anos, a ex-mulher do vereador, Simone, publicou um vídeo nesta segunda-feira (13), para se pronunciar sobre o caso.

Simone foi casada com José Alberto durante 18 anos e no vídeo acusou de ter a agredido neste período. “Sofri muito durante 18 anos. Eu não preciso, não quero e nunca queria ter que falar o nome dele, quem me conhece de verdade e quem sabe minha história com ele, todos se sentem aliviado por eu estar longe dele, sentem que sou uma mulher forte e guerreira por eu deixar ele. Era uma relação abusiva, que estava eu e meus filhos”, relatou.

A mulher ressaltou que Rafaella não denunciou as agressões antes “por que ela era uma criança e mesmo sendo menor ela não aceitava as atitudes dele”. “Nada justifica o que ele fez com ela”, cravou Simone.

Sobre as acusações do vereador de que ela teria abandonado os filhos, já que ela reside nos Estados Unidos, Simone informou que a mudança tem a ver com a vontade de não viver mais perto dele, além disso, ela possui medida protetiva contra José Alberto. “Quero que todos saibam que meu filho tem 21 anos e é casado e minha filha estava estudando aqui e voltou, está estudando em uma faculdade de medicina. Eu tenho orgulho da minha filha, cada um julga do jeito que quer, eu sempre fui muito contra a expor minha vida em uma rede social, mas eu estou longe da minha filha, num país com as fronteiras fechadas, por favor, ajudem ela”, apelou.

Ao mencionar as agressões, Simone disse que sabe “que no segundo dia dói mais do que no primeiro dia” e cravou que não se importa com o que José Alberto vá dizer. “Me interesso com a minha vida e em tirar minha filha perto dele. Não julguem ela, ela já foi julgada pelo próprio pai que deveria protege-la”. (Bocao News)