EUA É O SEXTO PAÍS A APROVAR A VACINA DA PFIZER
  • 555
  • 0
  • 13/12/2020 
  • redacao

 

 

 

Com o aval da agência reguladora na noite desta sexta-feira (11), os Estados Unidos se tornaram o sexto país a aprovar o uso da vacina da Pfizer/BioNTech para uso emergencial (focado em grupos de pessoas específicos) contra a covid-19. Já haviam aprovado antes Reino Unido, Bahrein, Canadá, Arábia Saudita e México. O uso emergencial é uma espécie de aprovação provisória que permite a aplicação restrita, como para profissionais da saúde ou idosos. Não permite, portanto, o uso generalizado em toda a população – entenda aqui o que é o uso emergencial. A confirmação da agência norte-americana abre o caminho para campanhas de vacinação em larga escala, com a primeira injeção prometida por Donald Trump “em menos de 24 horas”. São necessárias duas doses para alcançar os 95% de proteção. O presidente norte-americano afirmou em um vídeo publicado no Twitter pouco depois da aprovação que a notícia é um “milagre médico” e que as primeiras doses serão administradas nos Estados Unidos “em menos de 24 horas”. Na sexta-feira, o país registrou um novo recorde, com quase 235 mil casos do novo coronavírus em 24 horas, de acordo com os números da Universidade Johns Hopkins. Até agora, foram 295 mil mortes provocadas pela covid-19 e mais de 15 milhões de casos. A autorização para uso emergencial no México havia sido anunciada poucos minutos antes da aprovação americana. O governo mexicano já havia proclamado a intenção de começar a vacinação no fim de dezembro, com um primeiro lote de 250 mil doses até janeiro. Mas precisava da autorização oficial. O México teve 1,2 milhão de contágios e mais de 113 mil vítimas fatais.