MARAU: BARRA GRANDE É UM DELEITE NA BAIA DE CAMAMÚ
  • 1.024
  • 0
  • 04/02/2015 
  • Redação
Ilha de Tubarão (Foto: Gabriel Carvalho)

Ilha de Tubarão (Foto: Gabriel Carvalho)

BAIAI DE CAMAMU

Texto: Gabriel Carvalho

A Península de Maraú é um dos lugares mais mágicos do litoral da Bahia. Com belíssimas praias e as riquezas natural e gastronômica presentes na Baía de Camamu, o lugar cuja dificuldade de acesso é – ao mesmo tempo – o seu maior atrativo, “seduz” visitantes do mundo inteiro que buscam praias ainda pouco desbravadas.

>>>> Veja o Guia Completo de Maraú

Um dos principais destinos da região é Barra Grande, que possui lindas praias e um modo de levar a vida bastante tranquilo como as águas da Ponta do Mutá. O chão de terra batida e a quantidade mínima de veículos, com destaque para os carros 4×4 e quadricículos mostram que o local ainda preserva muitas características para quem busca uns dias sem pressa e com muita contemplação.

Apesar de ter boas praias próximas ao seu centrinho, o ideal para o turista, em especial casais, que normalmente passam poucos dias nesse paraíso, é alugar um quadricículo, que sai por aproximadamente R$ 200 por dia na época do verão. O pequeno veículo, que precisa de pelo menos R$ 25 em combustível para rodar na localidade, é capaz de atravessar diversos tipos de terreno. No início, a adaptação é mais complicada, principalmente na hora de trocar de marcha, mas depois de meia hora, o condutor se torna íntimo do veículo.

De posse do quadricículo, todos os caminhos levam à bela Taipu de Fora, praia que tem duas vertentes: a do glamour de barracas com deliciosas espreguiçadeiras e cerveja gelada à beira mar e a do lado deserto, que fica próximo às lagoas do Cassange e Azul. Com um pouco de sorte, o visitante pode ver as suas belíssimas piscinas naturais, que aparecem de acordo com as fases da lua.

Ilha de Tubarão (Foto: Gabriel Carvalho)

Ilha de Tubarão (Foto: Gabriel Carvalho)

Através de trilhas pela Mata Atlântica em meio a propriedades particulares, sempre cercadas, e também de terrenos da Prefeitura e da União, é possível aproveitar o lado aventureiro, com a brisa no rosto, além da sensação de descompromisso, que é buscada quando se está num lugar desses. Da Lagoa Azul, é possível ver o Farol de Taipu, que reserva um belo mirante. Ali por perto, um solitário vendedor de coco, água e bebidas também auxilia aqueles que buscam informações sobre a Península de Maraú. (Fonte: Correio)