ADOLESCENTE DE 16 ANOS MORRE ATROPELADA POR TRIO ELÉTRICO DURANTE CARNAVAL
  • 2.620
  • 0
  • 16/02/2015 
  • Redação

 

Giedry Silva Cuenca estava próximo ao trio Marajás quando tropeçou e caiu

Giedry Silva Cuenca estava próximo ao trio Marajás quando tropeçou e caiu

Uma adolescente de 16 anos morreu atropelada por um trio elétrico no interior do Rio Grande do Sul, na madrugada de domingo (15). Giedry Silva Cuenca estava próximo ao trio Marajás quando tropeçou e caiu. Ela foi atingida pelas rodas do veículo.

O acidente aconteceu no município de Jaguarão, no sul do Estado. Giedry chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital. O motorista fez o teste do bafômetro, mas o resultado deu negativo. O trio foi apreendido e encaminhado para perícia.

Por conta do acidente, a diretoria do Marajás do Trago, responsável pelo trio, resolveu cancelar a participação no Carnaval. “Apesar da menina não ser integrante do trio elétrico Marajás do Trago, porém, envolvidos no acontecimento, e extremamente abalados com o mesmo, não temos condições psicológicas de continuarmos com os desfiles no carnaval de 2015”, diz nota oficial. Os foliões terão direito de trocar pulseiras e tickets em outros trios.

A prefeitura da cidade informou que apesar da morte da jovem, o carnaval está mantido. A decisão foi tomada após uma reunião com todos os segmentos e agentes de entidades carnavalescas. “Por unanimidade, as representações presentes indicaram a continuidade do Carnaval e manutenção da programação estabelecida”. (Correio)