DEMISSÕES EM MASSA NAS OBRAS DA FIOL
  • 1.377
  • 0
  • 17/03/2015 
  • redacao
Quase seis mil trabalhadores podem ficar desempregados.

Quase seis mil trabalhadores podem ficar desempregados.

Conforme Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem Industrial do Estado da Bahia (Sintepav BA), empresas contratadas para a construção dos lotes da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL) desencadearam um processo de demissões em massa. Os consórcios alegam que a Valec, responsável pelas contratações, atrasou pagamentos. Sem os recursos, as obras podem parar a qualquer momento e todos os 5.868 trabalhadores envolvidos na empreitada correm o risco de ficar desempregados.

O sindicato foi notificado ontem (16) sobre as demissões. Responsável pelo Lote 2 da ferrovia em Ipiaú, a Galvão Engenharia vai concretizar hoje o desligamento de 700 dos 848 trabalhadores contratados. Na mesma cidade o Consórcio Trail – Pavotec pode dispensar 1.371.

De acordo com o Sintepav-BA, os governos estadual e federal devem agir para evitar as demissões, caso contrário a crise aprofundará o “quadro de pobreza da região e do estado”. (Blog do Gusmão)