QUANDO A VISÃO BORRADA PODE SER INDICATIVO DE CERATOCONE
  • 1.574
  • 0
  • 09/04/2015 
  • redacao

 

olhos

É frequente a presença de pacientes em consultórios oftalmológicos em busca de tratamento para sintomas relativamente comuns, como a visão borrada e imagens desfocadas. Para essas queixas, o diagnóstico de astigmatismo é frequente, no entanto, a associação a outros sintomas pode levar a um quadro identificado como Ceratocone, doença ocular degenerativa e com alta capacidade de perda da qualidade de vida do paciente. A detecção inicial de um astigmatismo irregular, com troca freqüente de grau pelo paciente, pode ser um indicativo para investigação do Ceratocone. Ainda entre os sintomas, é comum relatos de observação de dois ou mais objetos a partir de um único referencial, da percepção de anéis em torno das luzes, fotofobia, irritação e até coceira nos olhos. Segundo o médico oftalmologista do DayHORC, Cristiano Pinheiro (CRM 13.754), o Ceratocone é uma condição degenerativa progressiva da córnea, não inflamatória, às vezes de caráter hereditário, caracterizado por um afinamento e encurvamento deste tecido ocular. “Somente uma consulta oftalmológica pode definir um diagnóstico preciso e a melhor indicação para o impedimento da evolução da doença”, informou o médico. Qualidade de vida – Sintomas clássicos do Ceratocone refletem na baixa acuidade visual do paciente, que não tem garantida a perfeita correção mesmo com o uso de óculos.

OLHOS 02

muitos pacientes relatam perda da qualidade de vida, pois apresentam limitações para estudo e para o exercício de algumas profissionais. O Ceratocone inicia-se comumente nos primeiros anos de vida, mas pode ser diagnosticado durante a adolescência, registrando períodos de progressão e estabilidade intercalados até os 30 anos, quando geralmente estabiliza. Tratamento – Para os casos leves, a reabilitação visual pode ser feita com óculos, ou até mesmo com lentes de contato. No entanto, à medida que o ceratocone avança, registra-se uma crescente protrusão na córnea, caracterizado pelo olho em forma de cone, com consequente diminuição da adaptação e tolerância às lentes. “Neste caso é comum a indicação para implante dos anéis intra-estromais ou mesmo para o transplante de córnea”, declarou Dr. Cristiano. Uma alternativa de tratamento disponível é o procedimento Crosslinking, que consiste em aplicações de riboflavina (vitamina B2) e raios UV para estabilizar o Ceratocone.