DAVIDSOM MAGALHÃES E BEBETO GALVÃO NA MIRA DE SÉRGIO MORO
  • 1.020
  • 0
  • 17/05/2015 
  • redacao

BEBETO

Na última sexta feira15, os políticos de mandato viveram um dia de ansiedade com o anúncio de que o empresário Ricardo Pessoa, dono da UTC e da Constran, fechou o acordo de delação premiada na Operação Lava Jato, que investiga denúncias de desvios na Petrobras, as quais apontam o executivo como o chefe das empreiteiras fraudadoras. Quando os parlamentares souberam que Pessoa faria o acordo, o clima já não era bom em espaços políticos como o da Assembleia Legislativa da Bahia e até mesmo na Câmara dos Deputados, já que todos estão convencidos de que as declarações do empresário poderão implicar muita gente grande nas investigações tocadas pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal, principalmente os baianos, Davidson Magalhães (PC do B) e Bebeto Galvão (PSB) beneficiados com milhões provenientes do maior esquema fraudulento que assustou o pais nos últimos anos. (Diário do Povo)