ALÉM DA COVID , DOIS CASOS DE OUTRO VÍRUS PREOCUPA SALVADOR, DIZ SECRETÁRIO
  • 296
  • 0
  • 01/12/2021 
  • redacao

 

CDC/Michael Shaw, Doug Jordânia

Além das incertezas dos impactos da nova variante da Covid-19, que ainda não foi detectada na Bahia, a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador tem uma outra preocupação: que a capital baiana passe por um surto de influenza, tal qual o Rio de Janeiro.

Na manhã desta quarta-feira (1°), o secretário municipal Leo Prates pediu aos pais que levem seus filhos aos postos para tomar a vacina de proteção. A cidade já identificou pelo menos dois casos de Influenza H3N2 no bairro de Itapuã.

A doença pode causar Síndrome Respiratória Aguda Grave. Além disso, o paciente pode sofrer com tosse, calafrios, perda de apetite e dores musculares. Em 2018, nos Estados Unidos, o mesmo vírus infectou mais de 47 mil pessoas e provocou dezenas de mortes, principalmente de crianças e idosos.

“Os hospitais do Rio estão cheios porque mesmo não tendo óbitos, uma gripe, depois de um ano e meio sem ficar doente, usando máscaras, é muito forte. Especialmente as crianças do Rio de Janeiro estão sofrendo muito”, alertou Leo Prates, durante evento da prefeitura.

O surto de influenza no Rio de Janeiro já gerou um aumento de até 400% na procura pelas Unidades de Pronto Atendimento (UPA), segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado.