HOMEM DEFENDE ESTUPRO E PEDOFILIA EM SITE E DIZ SOFRER PRECONCEITO POR SER GORDO E POBRE
  • 578
  • 0
  • 29/07/2015 
  • redacao
Robson Aguiar | Foto: Reprodução

Robson Aguiar | Foto: Reprodução

Pode parecer piada de mau gosto, mas não é. Um blogueiro supostamente chamado Robson Aguiar, morador de Várzea Grande (MT), está desafiando a polícia a prendê-lo por conta do seu site, que segue a “filosofia do estupro” e incentiva pedofilia, estupro de lésbicas e violência a judeus. Isso porque, segundo ele, ele sofre preconceito por ser “gordo, negro e pobre”, de forma que luta por “justiça social”, por meio da criação de cotas para estupradores sem condições financeiras. De acordo com o R7, a Polícia Civil do Estado afirma que páginas como as dele são monitoradas e que não irá se pronunciar para não atrapalhar as investigações. É possível encontrar no site o passo a passo temático de tipos de estupro: “Como estuprar mulheres em festas e baladas”, “Como estuprar uma mulher na escola” e “Como estuprar mulheres em universidades”. Aguiar defende ser necessário que mulheres sejam estupradas para corrigir a conduta “imoral” que têm. “A única maneira de corrigir esta conduta imoral é estuprando violentamente a vadia, de maneira a traumatiza-la para o resto da vida. Quanto mais cedo você estupra a mulher, menor a probabilidade dela se contaminar com HIV como também menor a probabilidade dela se engravidar (sic)”, escreveu. No site, ele ainda defende que só “caras ricos, brancos e americanos podem estuprar” e que preferia transar com Mc Melody do que com uma mulher adulta, além de considerar que estuprar lésbicas é um “esporte saudável”.