RENAM COMANDA PRIMEIRA SESSÃO APÓS VOLTAR AO CARGO; ABUSO DE AUTORIDADE É RETIRADO DE PAUTA
  • 1.083
  • 0
  • 08/12/2016 
  • redacao
Um acordo político tirou o tema da pauta o projeto da Lei que Pune o Abuso de Autoridade previsto para ser votado hoje

Um acordo político tirou o tema da pauta o projeto da Lei que Pune o Abuso de Autoridade previsto para ser votado hoje

Após ser afastado e ter o cargo reintegrado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), já comanda a primeira sessão de votações no plenário da Casa na manhã desta quinta-feira (8).

Na segunda-feira (5), Renan foi  afastado da presidência do STF, na terça-feira (6) ele se recusou a sair e nesta quarta-feira (7) foi mantido no cargo após os ministros do Supremo decidirem por 6 votos a três que Renan seguirá na presidência do Senado, mas não poderá substituir o presidente Michel Temer.

Na pauta da sessão de hoje havia 17 itens, como o projeto que endurece as punições para autoridades que cometem abuso. No entanto, segundo o jornal O Globo, um acordo político tirou o tema da pauta.

Além disso, o acordo teria incluindo uma aprovação da PEC do teto, que será votada na próxima semana. O mesmo aconteceria com outras propostas do governo Temer, como a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e o Orçamento da União para 2017. “O calendário ficou mais apertado, mas a PEC dos Teto será aprovada na terça-feira (13) e será promulgada  pelo Congresso no dia 15”, disse o líder do governo no Congresso Romero Jucá.