POLICIAL TRANSMITE SUA PRÓPRIA MORTE, AO VIVO, EM REDE SOCIAL; CASO CHOCA INTERNET
  • 1.332
  • 0
  • 29/01/2017 
  • redacao
 O bagulho vai ficar doido agora". Em seguida, ele aponta a arma na cabeça e atira.

O bagulho vai ficar doido agora”. Em seguida, ele aponta a arma na cabeça e atira.

Um policial militar transmitiu a própria morte, ao vivo, pelas redes sociais. A tragédia pessoal de Douglas Vieira, de 28 anos, chocou e provocou comoção entre amigos, internautas e PMs na noite deste sábado (28). O caso aconteceu no Rio de Janeiro e, em poucos instantes, o vídeo viralizou.

No vídeo, Douglas avisa: “E aí, tranquilidade? Tamu junto. Quero ver quem tem disposição de ver o bagulho ao vivo. Quem não tem estômago, mete o pé. O bagulho vai ficar doido agora”. Em seguida, ele aponta a arma na cabeça e atira.

Nas imagens, não é possível ver o PM morto, já que o celular cai da mão dele. Durante a transmissão, enquanto Douglas falava, várias pessoas pediram que ele não cometesse o suicídio: “Douglas, para de bobeira” e “Pelo amor de Deus, Douglas” foram algumas da mensagens deixadas por amigos. O vídeo original não está mais disponível na página do policial, mas cópias circulam pelo Facebook e pelo YouTube.

De acordo com o jornal O Globo, Douglas era soldado do 24º Batalhão  de Polícia Militar (Queimados) e estava na corporação há seis anos. O policial passava por um processo de divórcio e, segundo familiares, estava muito triste e “reclamava de tudo”. Ele deixa uma filha de um ano.

Recentemente, o soldado havia feito nas redes sociais uma paródia da música “Deu Onda”, citando a crise no estado que dificulta o pagamento de diversas categorias, incluindo a Polícia Militar.